top of page
  • Foto do escritorkarineos

Netflix vai cobrar “taxa do ponto extra”: veja alternativas!

Você sabia que a Netflix vai começar a cobrar uma “taxa do ponto extra” dos seus assinantes? Isso significa que se você compartilha a sua conta com outras pessoas, pode ter que pagar mais caro pelo serviço.

Mas por que isso está acontecendo? E quais são as alternativas para quem quer economizar e continuar assistindo filmes e séries online?

Neste post, vou explicar tudo o que você precisa saber sobre essa novidade e dar algumas dicas de como fugir da taxa extra da Netflix.

Imagem de casal de homem e mulher assistindo a netflix enquanto ela não cobra a taxa de ponto extra

O que é a “taxa do ponto extra” da Netflix?

Uma das vantagens da Netflix é que ela permite que os usuários compartilhem a sua conta com outras pessoas, dependendo do plano escolhido.

Por exemplo, o plano básico permite assistir em uma tela por vez, o plano padrão permite duas telas simultâneas e o plano premium permite quatro telas ao mesmo tempo.

Além disso, cada conta pode ter até cinco perfis diferentes, para personalizar as preferências e recomendações de cada usuário.

No entanto, a Netflix anunciou recentemente que vai começar a testar uma nova medida para evitar o compartilhamento de contas entre pessoas que não moram na mesma casa.

A empresa vai enviar uma mensagem para alguns usuários pedindo que eles confirmem se são os donos da conta ou se moram com o dono. Caso contrário, eles serão convidados a criar a sua própria conta na Netflix.

Essa medida é uma forma de cobrar uma “taxa do ponto extra” dos usuários que compartilham a sua conta com amigos ou familiares que moram em outros endereços. A ideia é aumentar a receita da empresa e reduzir a perda de potenciais assinantes.


Quais são as alternativas para quem quer fugir da taxa extra da Netflix?

Se você é um dos usuários que compartilha a sua conta da Netflix com outras pessoas que moram em outros endereços, pode estar se perguntando o que fazer para evitar pagar mais caro pelo serviço. Afinal, ninguém gosta de gastar mais do que precisa, certo?

A boa notícia é que existem algumas alternativas para quem quer fugir da taxa extra da Netflix. Veja algumas delas:

Dividir o valor da assinatura com as pessoas que compartilham a conta.

Essa é uma forma simples e justa de continuar usando o serviço sem pagar mais por isso. Basta combinar com os seus amigos ou familiares quem vai pagar cada mês ou dividir o valor proporcionalmente ao número de telas usadas por cada um.

Mudar para um plano mais barato ou cancelar a assinatura temporariamente.

Se você não usa muito a Netflix ou se prefere assistir outros conteúdos em outras plataformas, pode optar por um plano mais barato ou até mesmo cancelar a sua assinatura por um período.

A vantagem é que você pode reativar a sua conta quando quiser, sem perder as suas configurações e preferências.

Aproveitar os períodos gratuitos ou promocionais de outras plataformas de streaming.

Se você quer experimentar novos conteúdos e economizar dinheiro, pode aproveitar os períodos gratuitos ou promocionais oferecidos por outras plataformas de streaming.

Por exemplo, o Disney+ oferece sete dias grátis para novos usuários e o Amazon Prime Video oferece 30 dias grátis. Além disso, algumas plataformas oferecem descontos especiais para estudantes ou clientes de operadoras de telefonia ou internet.


Quer cancelar a Netflix? Confira Apps de streamings de vídeo semelhantes!

Existem várias alternativas à Netflix que você pode usar para assistir filmes e séries online. Algumas delas são gratuitas, outras são pagas, mas com preços mais baixos ou benefícios extras. Veja algumas delas:

Amazon Prime Video:

Uma das principais concorrentes da Netflix, oferece um catálogo variado de filmes, séries, animações e produções originais da Amazon. O valor da assinatura é de R$ 9,90 por mês e inclui outros serviços da Amazon, como o Prime Music, o Prime Reading e o Prime Gaming.

YouTube:

A plataforma de vídeos mais popular do mundo também pode ser uma alternativa à Netflix para assistir filmes e séries online. O YouTube tem um catálogo variado de conteúdos gratuitos ou pagos por aluguel ou compra.

Vix Filmes e TV:

Uma plataforma de streaming totalmente gratuita que oferece mais de 1.500 horas de conteúdos, entre filmes, séries e produções próprias. O serviço pode ser acessado pela web ou pelos aplicativos gratuitos para Android e iOS.

Pluto TV:

Uma plataforma gratuita de streaming que oferece canais completos com programação variada podendo ser acessada por dispositivos móveis ou Smart TVs; basta baixar o aplicativo.

Looke:

Uma plataforma de streaming para filmes e séries que não se limita apenas ao serviço de assinatura. Além do acesso completo ao acervo por R$ 18,90 por mês, o usuário também pode alugar ou comprar individualmente os filmes e séries do catálogo.

HBO Max:

Serviço de streaming da HBO que disponibiliza séries, documentários, filmes e conteúdo infantil por R$34,90 mensais. Mas também oferece uma seção de episódios grátis.

Disney+:

Streaming lançado pela Disney que reúne produções da empresa, além de títulos da Pixar, Marvel, Star Wars e National Geographic. O serviço custa R$ 33,9 por mês, mas o valor cai se fechar o plano anual.

Apple TV+:

O serviço de streaming da Apple oferece conteúdo original, filmes e séries, e possui um período de teste gratuito de 7 dias. Depois disso, a assinatura mensal é de R$ 14,90.

Crunchyroll:

Uma plataforma especializada em animes e doramas, ou seja, séries asiáticas de animação e drama. O serviço tem um plano gratuito com anúncios e um plano premium sem anúncios e com acesso a lançamentos simultâneos com o Japão. O valor do plano premium é de R$ 14,99 por mês

 

Essas são algumas das alternativas à Netflix que você pode experimentar para assistir filmes e séries online. Cada uma delas tem suas vantagens e desvantagens, dependendo do seu gosto e do seu bolso.

 

E você, o que achou dessa mudança? Você compartilha a sua conta da Netflix com outras pessoas? Vai continuar usando o serviço ou vai mudar para outra plataforma?

Deixe o seu comentário e compartilhe este post nas suas redes sociais!

20 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page