Redator Freelancer: Guia completo da profissão

Atualizado: 10 de Dez de 2020

De acordo a Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), o Brasil é o terceiro país com mais profissionais autônomos do mundo.


Com a popularização do marketing de conteúdo diversas profissões web foram impulsionadas, aumentando ainda mais o índice de trabalhadores independentes, como é o caso dos redatores freelancers.


Se você é redator freelancer, está pensando em ser ou deseja contratar um, esse artigo é para você!


No post de hoje eu vou fazer um guia completo da profissão e explicar todas as particularidades desse nicho de atuação.


Acompanhe a leitura e confira!


Redator Freelancer: Guia completo da profissão!
Redator Freelancer: Guia completo da profissão!


Redator freelancer: O que faz?

Primeiramente você precisa saber o que é um redator. Conforme apontam diversos dicionários, é “a pessoa que redige”. Porém, sabemos que o significado é bem mais amplo do que isso.


O redator freelancer é o profissional que é contratado para escrever textos, que podem ter diferentes objetivos e utilizar técnicas diferentes.


Um job ‘freela’ é considerado aquele em que o profissional não possui vínculos com a empresa que contrata os seus serviços. Desse modo, o contratante não precisa pagar férias, décimo terceiro ou outros benefícios típicos da CLT.


Entretanto, é importante mencionar que também existem redatores fixos, com carteira de trabalho assinada.


Conheça abaixo todas as categorias diferentes de redatores freelancers disponíveis atualmente no mercado:


Redator Freelancer MEI

Ao contrário do que muitos pensam, nem todo redator freelancer é um micro empreendedor individual (MEI), ou seja, não são todos os profissionais que emitem nota fiscal dos artigos produzidos.


Dessa forma, se a emissão de NF é essencial para você, ao contratar um redator freelancer, consulte antecipadamente se ele é ou não MEI e se está apto para emitir notas.


Redator SEO

Para que você entenda com maior clareza o que é um redator SEO, eu preciso te explicar o que é o SEO.


O SEO é a sigla para ‘Search Engine Optimization’. É uma técnica utilizada para otimizar conteúdos para os mecanismos de buscas, como o Google. Através dessa estratégia é possível atrair tráfego orgânico para um site.


Esse método é bastante utilizado por quem não quer gastar com anúncios para atrair visitantes. Através dessa otimização é possível posicionar a sua página nos primeiros resultados do Google.


Dessa forma, quando alguma pessoa fizer uma pesquisa na internet utilizando um termo que está relacionado com o seu negócio, há maiores probabilidades de ela clicar no seu conteúdo.


Essa estratégia permite que você aumente o número de interessados pelos seus serviços ou produtos e consiga mais clientes, impactando significativa no seu faturamento.


Sendo assim, o redator SEO é o profissional que cria conteúdo otimizado para os mecanismos de buscas, com base nas palavras-chave do seu negócio.

Redator SEO: O que é?
Redator SEO: O que é?

Conteúdo SEO Freelancer / texto otimizado seo


O conteúdo SEO são os textos produzidos aplicando as técnicas de Search Engine Optimization mencionadas acima.


Esses conteúdos podem ser feitos em forma de artigos para blog, textos para as páginas do seu site e descrições de produtos.


Sendo sempre o principal objetivo posicionar a marca entre os primeiros resultados do Google, atraindo o maior número de visitantes possível.


Redator freelancer para blog

O redator freelancer para blog é o profissional que trabalha produzindo conteúdo apenas para posts de blogs.

Esses conteúdos podem ser SEO, Informativos ou para alguma etapa do funil de vendas.


O que é um funil de vendas?


O que é um funil de vendas? Redator Freelancer
O que é um funil de vendas?

O funil de vendas é um modelo estratégico que divide em três etapas o conteúdo para web.


Ele considera a jornada que o cliente vai percorrer até definitivamente adquirir o seu produto/serviço.


O funil é dividido porque um consumidor passa por diferentes estágios até concluir a compra.

Essas etapas são: Topo, meio e fundo.


1º Topo do funil: Nessa fase o cliente ainda não sabe que têm um problema que precisa ser solucionado. Em resumo, o usuário não estava procurando pelos seus serviços, pois ainda não sabia da existência dele.


Após o visitante identificar o problema ele pesquisará mais sobre e começará a considerar a sua marca.


Por esse motivo, é muito importante demonstrar autoridade no assunto, contratar um redator freelancer para te ajudar a elaborar conteúdos relevantes para o seu público-alvo, que então irá para a segunda etapa.


É importante mencionar que, se você não entregar essa informação de valor para o visitante ele vai procurar no site do concorrente, diminuindo as suas chances de concretizar a venda.


2º Meio do funil: Nessa etapa o possível cliente já considerou que tem um problema e que precisa ser solucionado.


Normalmente, esses indivíduos são considerados leads (pessoas interessadas nos seus serviços/produtos), e é preciso investir na segunda etapa para conquistar a venda.


3º Fundo do funil: Nesse estágio o visitante decidiu efetuar a compra. Então essa é a hora de entrar em contato com o cliente e oferecer os seus serviços.


Após a conclusão dessa etapa, é interessante ainda acrescentar o pós-venda, fidelizando o cliente.


Porém, para que tudo isso possa acontecer com êxito, é muito importante contar com a ajuda de um redator freelancer para blog especializado em conteúdo de funil de vendas.


Redator Copywriter


Redator Copywriter: O que é?
Redator Copywriter: O que é?

O Copywriting é a estratégia de produzir textos persuasivos com intuito de alavancar vendas de produtos ou serviços.


O redator copywriter é o profissional que produz conteúdo para emails, sites, catálogos, anúncios e cartas de vendas.


Normalmente ele utiliza diferentes técnicas como nudges e gatilhos mentais para alcançar o seu objetivo: fechar negócios.


Redator Publicitário

O redator publicitário também pode ser copywriter. Ele é o profissional responsável por produzir conteúdo para peças publicitárias.


Redator Ghost Writer

O redator ghost writer escreve conteúdos, porém não leva os créditos por eles. Esse profissional pode escrever livros, textos para sites ou outros materiais.

A principal diferença entre esse profissional e os outros redatores freelancers é que o ghost writer vende os direitos autorais da sua obra para o contratante.


UX Writer

O UX Writer é um redator freelancer especializado em textos de leitura fácil e agradável. Ele escolhe as palavras, cores e formatos ideais do texto, visando sempre a melhor experiência do usuário.


Portfólio redator freelancer

Um portfólio de redator freelancer é como se fosse um catálogo ou um currículo contendo todos os projetos e textos realizados pelo profissional.


Esse portfólio pode ser dividido em categorias, como por exemplo, os textos produzidos para diferentes nichos de atuação, tais como: Saúde, Beleza e Negócios.


Além disso, pode ser separado por área ou técnica, como artigos SEO e textos copywriter.





Cases de sucesso Redator Freelancer

Um case de sucesso funciona como uma prova de que o redator freelancer sabe fazer o que oferece. Eles funcionam como uma vitrine, mostrando os resultados reais que os clientes tiveram após contratar os seus serviços.


Esses cases podem mostrar o aumento do tráfego orgânico, artigos ranqueados nas primeiras posições do Google, trechos em destaque nos mecanismos de buscas, melhoria no número de leads, entre outros.


Como contratar redator freelancer?

É possível contratar um redator freelancer de diferentes formas. A primeira é através das plataformas, como Workana, 99 freelas e VintePila.


Também é possível “contratar redator freelancer” procurando esse termo no Google. Desse modo, você vai encontrar sites e blogs de profissionais com as informações de contato e portfólio.


Além disso, existem diversos anúncios de redatores no topo das buscas que te ajudarão a encontrar um freelancer com maior facilidade.


Outra opção é entrar em grupos de redatores freelancers no Facebook. Lá tem inúmeros profissionais qualificados à sua disposição.


Redator freelancer preço

O preço de um redator freelancer vai variar de acordo com a experiência dele, suas qualificações, com o tamanho do projeto e com a técnica que será utilizada.


Normalmente um redator copywriter ou SEO tem preços diferenciados, pois aplicam esses conhecimentos no texto.


Existem plataformas, como o VintePila, que estabelecem um valor fixo de 20 reais por projeto. Entretanto, o tamanho do texto pode variar bastante.


Ainda, é muito importante mencionar que “o barato sai caro”, que eu traduzo como “eu te avisei” ou ainda “eu falei que ia dar m*rd@” kk.


Por qual motivo estou falando isso? Porque o preço de um redator freelancer geralmente dobra quando se trata de correções.


Isso acontece visto que, ‘melhorar’ um texto ruim é mais difícil do que criar um totalmente do zero. Sendo assim, pense bem antes de contratar profissionais sem verificar o portfólio antes.


Além disso, desconfie sempre de valores muito abaixo do preço de mercado. Nessas situações, você corre um risco muito grande de receber texto copiado de outros sites, o que pode prejudicar o seu ranqueamento nos mecanismos de busca.

Redator freelancer como começar?

A maneira mais rápida de começar como redator freelancer é entrando para alguma plataforma de freelas.


Lá existem diversos projetos em que você pode se candidatar e concorrer a uma vaga. Essa é a maneira mais simples para quem está começando, já que não é necessário ir atrás de clientes.


Porém, é importante mencionar que os contratantes podem te avaliar ao final do projeto. Desse modo, se você não fizer um bom trabalho, estará sujeito a receber avaliações baixas, o que prejudicará a conquista de novos Jobs.


Por isso, é recomendado adquirir conhecimento antes de se aventurar nessa profissão.


Veja abaixo alguns cursos gratuitos disponíveis na internet para redatores freelancers:


Curso para redator freelancer

· Universidade Rock Content: Essa plataforma disponibiliza diversas certificações sem custos para redatores, tais como: Produção de Conteúdo para Web, Revisão de Conteúdo para Web e Marketing de Conteúdo.


· Hubspot: Esse é uma plataforma de capacitação completa para quem deseja começar sua carreira como redator.

Nem todos os cursos possuem certificados, mesmo assim valem a pena para entender como funciona o mercado de redação para web.

Algumas aulas são em inglês, mas possuem legendas, então sem desculpas para não começar o seu aprendizado agora mesmo.


O que é preciso para ser um redator freelancer?

Não é necessário ser formado em jornalismo, letras ou nenhuma outra faculdade para trabalhar como redator.


É imprescindível apenas ter habilidade com a escrita e conhecer todas as particularidades dos textos para web.


Por esse motivo, é recomendado fazer cursos de capacitação na área desejada. SEO, Copywriter, Marketing, etc.






Quanto cobrar?

Você pode precificar o seu trabalho por hora, por texto ou por palavra.

Para te ajudar a definir o seu valor por hora é possível utilizar a calculadora disponibilizada pela 99 freelas.


E para que você possa ter uma base, redatores iniciantes costumam cobrar 0,05 por palavra. Sendo assim um texto de 500 palavras pode ser tabelado em R$25,00 e um de 1000 palavras em R$50,00.


É importante mencionar que o valor do seu trabalho aumentará à medida que você ganha experiência e adquire mais conhecimento através de cursos de capacitação.


Quanto ganha um redator freelancer

O salário de um redator freelancer varia de acordo com a quantidade de projetos em que ele trabalha durante o mês.


A remuneração mensal de um redator pode ser de mil até dez mil reais. De acordo com a sua experiência, número de projetos e jornada de trabalho.


Como encontrar trabalho como redator?

Um redator freelancer pode encontrar cliente em diferentes locais.


Uma das opções mais simples e rápidas é atraves das plataformas freelancers, tais como: Workana, 99freelas, Freelancer.Select, UpWork, Freelancer, Vinteconto, Vintepila e outros.


Outras opções são:

  • Sites de emprego como Infojobs e Indeed;

  • Redes sociais como Facebook, Instagram e LinkedIn;

  • Entrando em contato com agências;

  • Enviando propostas para empresas com site/blog;

  • Através de grupos no WhatsApp.

Vantagens de trabalhar como redator freelancer

A verdade é que ser um freelancer, independentemente do nicho, traz inúmeras vantagens. Confira abaixo:


- Não receber ordens: Para muitas pessoas a pior coisa de um serviço é ficar recebendo críticas e sendo mandado o tempo inteiro. Como redator freelancer isso não acontece! É você quem define os horários, dias e local em que vai trabalhar.


- LIBERDADE:

  • De tempo: Faça o seu horário de trabalho.

  • Financeira: O salário mínimo não é mais o limite!

  • Espacial: Trabalhe onde quiser.

  • Positiva: Escolha o nicho que traz maior autorrealização.

No entanto, nem tudo na vida de um redator freelancer são flores. É preciso ter bastante disciplina, organização e gerenciamento do tempo.


Trabalhar em casa traz muitas distrações, o que pode ser prejudicial para algumas pessoas.


Conheça algumas outras desvantagens da profissão:

  • Faturamento incerto, a renda mensal pode variar todo o mês;

  • Um redator freelancer não dispõe dos benefícios da CLT, tais como férias remuneradas ou auxílio doença;

  • É preciso saber lidar com críticas.


Considerações finais

E aí, gostou do artigo? Se você ficou com alguma dúvida sobre a profissão Redator Freelancer pode comentar aqui embaixo que eu te respondo. A sua dúvida pode ser a de outros redatores também.


Confira também os "Ensinamentos do Mestre dos Magos para Redatores Freelancers"


Aproveite para fazer parte do nosso grupo no Whats para troca de informações:

Link Grupo de Apoio para Redatores Freelancers.